CDHP reúne membros associados para apresentar relatórios dos trabalhos prestados pela instituição

O Centro de Direitos Humanos de Palmas (CDHP) reuniu-se, neste sábado (24), em sua sede em Palmas, com seus membros para apresentar o relatório das atividades desenvolvidas pela instituição no ano de 2017. Cerca de 20 membros compareceram na reunião.

Maria Vanir Ilídio, associada, iniciou a reunião com a parte “mística”, momento em que os participantes colocam suas impressões sobre diversas situações e sentimentos voltados aos direitos humanos. Os membros começaram a realizaram ações simbólicas para demonstrar o trabalho desenvolvidos pelo centro de direito humanos.

Entre as atividades apresentadas destacam-se as ações sistematizadas e desenvolvidas pelo CDHP, a estruturação do CDHP, as mudanças ocorridas no centro e sua composição organizacional de trabalho.

Uma das preocupações é a importância que se deve ter com a vida dos seres humanos em todos os sentidos. E, na reunião, foram apresentados os eixos de trabalho, nos quais os representantes participam e representam a entidade em outros espaços do controle social.
Entre esses espaços de controle, destacam-se o Fórum Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente; o Fórum Estadual de Usuários da Assistência Social, Frente Brasil Popular, Fórum Estadual de Economia Solidária de Forma Colaborativa.

A Entidade é também representada em conferências, seminários e reuniões do dia a dia, junto ao poder público e sociedade civil, incentivando a criação de políticas públicas, fazendo o controle social, monitorando ações, permitindo assim, aos associados envolvimento nas causas dos direitos humanos.

O trabalho foi desenvolvido entre dois eixos, o de controle social que tem como objetivo a participação nos conselhos de direitos; e o de articulação com a gestão pública e sociedade, que tem como objetivo desenvolver atividades em torno da rede estadual de direitos humanos, articulados para a construção de projetos e lutas comuns em parceria com outras entidades públicas e privadas.

Conforme Romeu Aloísio Feix, coordenador do CDHP, o trabalho com os direitos humanos ocorre de forma voluntária. “Queremos que as pessoas conheçam seus direitos, sobretudo, os que estão escritos tanto na Declaração Universal dos Direitos Humanos, como os que estão na Constituição Brasileira”, finalizou.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Página do CDHP

Página do MEDH